Satanás: A origem do Diabo está na Bíblia?

Pergunta levantada em uma aula de Escola Bíblica a respeito de um assunto que realmente não é muito discutido atualmente nas igrejas em geral: Afinal, de onde veio Satanás, o Diabo? Onde na Bíblia é mencionado a respeito de sua origem? Quem ele é realmente? Se ele é um anjo caído, onde aconteceu essa queda, já que Genesis começa contando a história do homem? E se ele é um anjo, como pode ter essa imagem monstruosa que costumamos ver reproduzida?

A queda de Satanás, em lápis de Gustave Doré

ATENÇÃO! É bom lembrar que existem diversas visões de teólogos e religiosos em geral a respeito da origem e da forma de atuar do inimigo de nossas almas, mas não há um consenso total, além de muitos detalhes que só são possíveis de se assimilar por inferência, de maneira que vamos apresentar aqui a estrutura de pensamento que julgamos mais crível, aceitável e coerente de acordo com a Bíblia e o que Ela ensina. Se este assunto é de seu interesse, acompanhe nosso estudo.

Leia Mais!

Carta aos Hebreus – Guia de Estudos

Queridos Irmãos,

estamos iniciando mais uma jornada em nossa Escola Bíblica de Treinamento e desde já agradecemos a todos os inscritos Que compareceram no ultimo domingo. Neste modulo serão 9 aulas sobre o livro de Hebreus.

Se você já teve a oportunidade de estuda-lo, venha compartilhar conosco. Caso contrário aproveite e não perca esta chance. Nossa Escola Bíblica está crescendo e o CER (Conselho de Educação Religiosa) tem dado todo apoio necessário para que os alunos aprendam e possam se tornar, cada vez mais, cristãos habilitados na Palavra de Deus.

Mas todo este apoio não substitui nossa responsabilidade de estudar a Bíblia todos os dias, é dever de TODO cristão conhecer com profundidade a Palavra de Deus.  Saudações Cristãs.

Sergio Carneiro, Flávio Cunha e Maria Cristina – Equipe Análise Bíblica.

Hebreus 10.38 – “…Todavia, o meu justo viverá pela fé,…”

Guia de Estudos – Roteiro da Carta aos Hebreus

05, 12 e 26/02 – Capítulos de 1 a4: A Superioridade de Cristo sobre os anjos, Adão, Moisés, Arão e Melquisedeque

04, 11, 18 e 25/03 – Capítulos de 5 a 10: Origem, desenvolvimento e substituição do sacerdócio do Antigo Testamento pelo Sumo Sacerdócio de Cristo

04, 15 e 22/04 – Capítulos 10 a 13: O Cristão e a Vida de Fé. O Sacerdócio Eterno de Cristo.

Bom proveito a todos!

O que estamos estudando no momento – Carta aos Hebreus

No próximo dia 05 de fevereiro retornamos ao funcionamento normal de nossa classe de estudos na EBT, após algumas semanas de descanso. No primeiro módulo deste ano, estudaremos a Carta aos Hebreus, livro emblemático do Novo Testamento que funciona como um comentário do livro de Levítico, mostrando que este aponta para Jesus como o Messias, que cumpriu toda a lei.

O autor do livro não se identifica. Embora muitas pessoas atribuam esta carta à autoria de Paulo pelo fato de seu texto expor o caráter divino e messiânico de Jesus perante a letra da Lei mosaica, coisa que o apóstolo muitas vezes fez em suas cartas, existem fatores que apontam para uma outra possibilidade. É possível saber quem é o autor de Hebreus?

Leia Mais!

O que estamos estudando no momento – Carta aos Romanos

Na última etapa de nossos estudos sobre o perfil do apóstolo Paulo, terminamos com o livro que tornou a base da doutrina da igreja cristã. É um livro tão importante que é nivelado aos próprios evangelhos por alguns estudiosos. Questões como fé e obras, justificação pela fé, a intercessão do Espírito Santo, a soberania de Deus, as doutrinas da Eleição e da Predestinação e mesmo o comportamento diante das autoridades são expostas e discutidas, o que torna o livro o mais importante legado teológico do apóstolo. Os quatro evangelhos contam a história das boas novas sobre Jesus Cristo e Atos conta como essas boas novas se espalharam por mais de três décadas. Mas se tudo que tivéssemos fosse os evangelhos e Atos, nossa compreen­são da fé e prática cristã seria bas­tante limitada.

Romanos, inclusive, foi certamente o estopim da Reforma Protestante. Martinho Lutero foi inflamado pela mensagem do livro. Numa época em que a igreja apregoava que a salvação viria pela penitência e pela compra de indulgências, Lutero lia em Romanos que “o justo viverá pela fé”, o que inflamou seu coração, ao pensar como um pecador poderia estar perdoado diante de um Deus que é justo e que um dia julgará todas as pessoas. Isso levou o então monge a questionar a igreja Católica e a publicar suas 95 Teses, que deflagariam a Reforma.

Convenientemente, no dia 20/11/11, foi publicado no boletim da Oitava Igreja uma palavra do pastor Jeremias Pereira sobre Romanos, que transcrevemos em parte abaixo:

Leia Mais!

As Parábolas de Jesus em Lucas

Este é um estudo que foi ministrado no ano de 2010. Nosso tema na ocasião era o Perfil do evangelista Lucas. Nesta parte, abordamos as parábolas de Jesus que aparecem no evangelho de Lucas. É interessante notar que é neste evangelho onde aparece o maior número de parábolas, com muitas exclusivas, não figurando em outro dos Evangelhos.

Parábola é uma espécie de alegoria apresentada sob forma de uma narração, relatando fatos naturais ou acontecimentos possíveis, sempre com o objetivo de declarar ou ilustrar uma ou várias verdades. Uma parte importante dos ensinamentos de Jesus foi constituída por parábolas. Embora não fosse novidade o uso desta técnica, a análise leva a crer que Ele a usou com mais propriedade e em maior quantidade, comparativamente a outros personagens ou livros da bíblia.

Leia Mais!

Filipenses – Parte 2 (aula de 04/09/2011)

Continuando nosso estudo sobre a carta de Filipenses, a camada Carta da Alegria, desta vez abordando parte do capítulo 2 e os capítulos 3 e 4.

Em Filipenses, Paulo fala muito sobre a alegria cristã

Embora Filipenses seja, como já vimos, repleta de saudações e mensagens pessoais, em nenhuma carta Paulo deixa de trazer conselhos e advertências sobre indivíduos que contrariavam ou atacavam a fé.

Leia Mais!