Algumas considerações políticas sobre a posição evangélica ante um possível impeatchment no Brasil

imp0
Após um longo período sem postagens, vejo como inevitável me manifestar a respeito dessa situação política bastante desconfortável pela qual nosso país vem passando. Não queria falar desse assunto, pois estou me isolando de políticos e noticiários estes meses, mas as discussões em redes sociais estão insuportáveis, não por causa de correligionários e militantes dessa ou daquela posição, mas sim pela tamanha ignorância e, por vezes, estupidez com que evangélicos tem se manifestado. Eu gostaria de dizer “alguns evangélicos” ou “evangélicos daquela denominação”, mas não posso, pois são pessoas que conheço pessoalmente, da minha denominação ou de outras, amigos, familiares, irmãos de fé, que trazem à baila formas tão mundanas de manifestação sobre qualquer coisa.

imp3

Como cristão evangélico, gostaria de compartilhar uma opinião, tanto sobre esse tenebroso quadro político quanto sobre as diversas posições constantemente expressas nas redes sociais, mas principalmente sobre o comportamento dos evangélicos nesse momento e mesmo em outras ocasiões.

 

Adianto que não sou militante ou partidário de qualquer posição política. Caso apareçam comentários desse tipo, me dizendo que sou isso ou aquilo, serão simplesmente apagados.

Continuar lendo

Desvinculação do Blog com a EBT da Oitava

A partir de hoje, o blog Análise Bíblica passa a funcionar desvinculado da EBT da Oitava Igreja Presbiteriana de BH.

Antes de mais nada, gostaríamos de deixar claro que esta ação não tem qualquer motivação por alguma animosidade ou mesmo discordância com a direção da EBT. A razão é que os quadros de professores, bem como as classes, passaram por algumas reformulações, de forma que a classe Análise Bíblica não vem sendo oferecida neste período. Assim, não gostaríamos de deixar o blog parado como ficou.

Também queremos prosseguir com os estudos, cientes de que podem ajudar outras pessoas do meio cristão a elaborarem suas aulas e em suas pesquisas, além de abrirmos um fórum de discussão mais amplo, porém sempre centrado nas verdades da palavra de Deus.

Assim sendo, convido a todos que aqui frequentam, bem como visitantes, a acompanharem os próximos posts. Aguardem por novidades em breve. E se você é de Belo Horizonte ou região, não deixe de conhecer a EBT da Oitava, escolha uma classe e venha crescer espiritualmente conosco.

(Flávio Cunha)

Manuscritos do Mar Morto agora disponíveis em versão digital

Os Manuscritos do Mar Morto (ou Manuscritos de Qumran) são uma série de centenas de pergaminhos e fragmentos de documentos encontradas ocasionalmente por um pastor de cabras, em 1947. Estes pergaminhos se tornaram a mais significativa descoberta arqueológica do século 20, especialmente para judeus e cristãos, pois até essa descoberta os escritos mais antigos da Bíblia até então (o chamado “Texto Massorético“) datavam do século nono, o que dava margem para que contestadores da veracidade Bíblica levantassem desconfiança sobre a origem e confiabilidade dos escritos. Após a descoberta, percebeu-se que os escritos originais, que datavam de mais de mil anos anteriores ao Texto Massorético, tinham pouquíssimas diferenças em relação à Bíblia usada pelos judeus, o que atestou o quão fidedigna a Bíblia é.

Os Manuscritos de Qumran são a mais importante descoberta arqueológica do Século XX, além de serem uma prova contundente da fidelidade do texto Bíblico

Embora seja uma descoberta antiga, o acervo de pergaminhos e fragmentos foi mantido sob sigilo por parte do Museu Nacional de Israel até 1991, quando enfim foi liberado para estudo em outros centros universitários pelo mundo, na forma de microfilmes, mas ainda assim eram dados que só podiam ser acessados por um círculo fechado de pessoas. Os originais são mantidos num cofre no interior de um edifício em Jerusalém, construído especialmente para abrigar os manuscritos. O acesso a eles exige pelo menos três chaves diferentes, um cartão magnético e um código secreto.

A grande novidade, porém, foi noticiada na última semana de setembro de 2011, onde, através de um projeto lançado pelo Museu Nacional de Israel e pelo Google, alguns dos famosos manuscritos foram disponibilizados na internet, com o objetivo de torná-los acessíveis a todos por meio da rede. Os internautas poderão pesquisar imagens em alta resolução, procurar passagens específicas, aproximar as imagens e traduzir versos para o inglês. O compêndio digital já disponível inclui o livro de Isaías, o manuscrito conhecido como “rolo do Templo” e mais outros três. Claro que para esta tarefa, todo cuidado é pouco, afinal são documentos únicos já fragilizados pela deterioração natural e mal podem ser fotografados. O processo de digitalização envolveu ex-cientistas da Nasa e uma câmera avançada de US$ 250 mil desenvolvida em Santa Barbara, na Califórnia, que permitiu aos pesquisadores distinguir palavras e outros detalhes que não são vistos a olho nu. A conclusão da digitalização de todos os documentos que podem passar por este processo deve terminar em 2016.

Veja os manuscritos já liberados em  http://dss.collections.imj.org.il/

[Fonte: Agência Estado]